Blog

  • Julio Cesar França Franco

Você nasceu para voar alto!


Gilclér Regina

Uma lenda do deserto conta a história de um homem que ia mudar de oásis e começou a carregar seu camelo. Colocou tapetes, utensílios de cozinha, os baús de roupas - e o camelo aguentava tudo, afinal, estes animais podem suportar até 300 kg. Quando ia saindo, lembrou-se de uma linda pena azul que seu pai havia lhe presenteado. Resolveu pegá-la e a colocou em cima do camelo. Neste momento, o animal arriou com o peso e morreu. O homem pensou: "Meu camelo não aguentou o peso de uma pena".

Transportando essa pequena fábula para os dias de hoje verificamos que vivemos uma época excessivamente racionalista, isto é, sabemos muito e sentimos pouco.

Não compreendemos as reações de algumas pessoas. Fazemos um pequeno comentário ou até uma brincadeira e alguém já chora ou se zanga. É preciso entender que nossa palavra pode ter sido a pena do camelo. Uma palavra vale mais do que todas as armas do mundo. Essa teoria foi provada na prática por Hitler, Kennedy, Churchill, Ghandi entre tantos outros grandes líderes da humanidade, bons ou maus.

A palavra causa a bênção ou a destruição. Vivemos num mundo de escolhas. Quanto à fé, entendo ser uma inteligência, um químico-chefe da mente e quando combinada com o pensamento, transforma-se numa força infinita. Você poderá convencer a mente de que acredita que receberá aquilo que pede. Ela agirá de acordo com essa crença e a devolverá sob a forma de "fé", seguida de planos para realizar o que deseja.

A fé é o ponto de partida de toda a prosperidade e a base de todos os "milagres" e de todos os mistérios que as regras da ciência não conseguem explicar. É o único antídoto conhecido contra o fracasso. A força da fé é real, seja ela verdadeira ou falsa. Se repetirmos uma mentira mil vezes, acabaremos por aceitá-la como verdade. Já viu um desses delinquentes que dizem que: não foi ele que praticou o crime? Até o bandido acredita na sua própria mentira. Goebels, que foi o grande propagandista de Hitler foi quem comprovou essa tese no marketing político que praticava. Pena que usaram de sua fé para propósitos tão desumanos!

Se a fé não existisse, uma boa parte das pessoas que tomam o placebo naturalmente pensando que estão tomando o medicamento verdadeiro não se curariam.

Fica o exemplo da fé, o poder da fé, como foi demonstrado na vida de Mahatma Ghandi que exerceu mais poder potencial do que qualquer homem de sua época, sem ter utilizado qualquer instrumento ortodoxo de poder como dinheiro, armas, soldados ou equipamentos de guerra.

Que outra força na terra com exceção da fé poderia realizar tanto? Não é esse o remédio que tantas empresas precisam? Não é esse o remédio que o nosso país precisa? De sair de um espírito de grupo, de panelinhas, para um espírito de fé, com as mentes voltas para um único objetivo e um grande ideal? De expurgar os gols contra que comprometem os resultados? Que crise pode resistir à fé?

A nossa mente é semelhante à transmissão em um carro. Temos as marchas para frente e a marcha à ré. Podemos escolher a direção que queremos tomar e ir para frente não exige mais esforço do que ir para trás. Em nossa vida somos nós que escolhemos o caminho.

Não permita que as pessoas venenosas, os críticos e os pessimistas de plantão dominem sua vida. Essas pessoas sempre dizem: "nada vai dar certo". Dizem que o concorrente está fazendo milagres e "que vai quebrar", mas não quebra nunca.

Tem gente que é tão negativa que acha que nasceu na família errada e que até o cachorro de estimação está sempre doente. Ora, como pode alguém assim fazer sucesso e praticar resultados? Deus não fez ninguém para ser "um pouco feliz". Deus fez a humanidade para voar alto e para a felicidade. Somos nós que construímos paredes ao invés de pontes.

Quem teme o amor, teme a vida e quem teme a vida é meio morto. Aprendemos tanto pelo amor quanto pela dor. É certo que muitas situações de grandes dificuldades são verdadeiras e procuro sempre buscar inspiração em casos reais onde pessoas comuns construíram a sua grande virada.

Eu acredito que Deus ajuda, mas quer que façamos a nossa parte. Eu costumo citar a história de um frentista de posto que era mal pago e motivo de riso de seus colegas que o chamavam de "trouxa", porque ele continuava atendendo de maneira exemplar e até melhor os clientes, mesmo com aquela "mixaria" que ganhava. No entanto, um desses clientes em certa ocasião o chamou para trabalhar na empresa dele e ele cresceu tanto, estudou, teve novas oportunidades e hoje é o presidente de um grande banco com salário de fazer inveja a muito artista.

Eu tenho certeza que muitos daqueles que o chamavam de "trouxa" hoje engrossam as fileiras dos desempregados. A pessoa que quer vencer sabe que a conta só fecha com 1% de inspiração, 99% de transpiração e 100% de atitude.

Entendo que alguém que quer construir a diferença em sua vida precisa se mexer. Quem chega primeiro bebe água limpa.

A pessoa que quer mais motivação em sua vida e em seu trabalho precisa enxergá-la com pensamentos melhores, olhos de fé e por conseqüência, construirá uma vida de resultados.

Não se pode mentir para si mesmo, mas tem muita gente que vai para frente do espelho "murcham a barriga" e depois saem dizendo que está "tudo bem". Quem quer motivação e resultados precisa ter a fé que dois grandes milagres acontecem todos os dias, o amanhecer e o pôr-do-sol e que Deus foi socialista, pois deu 24 horas para todos, ricos e pobres. A vida não é uma emergência, é uma maratona. A vida não é uma coincidência é uma conseqüência, isto é: os nossos resultados dependem da forma como pensamos e sonhamos. Os realistas estão a caminho, os sonhadores já estiveram lá. Deus não fez você para ficar grudado no chão. Deus te fez para voar alto.

14 visualizações

A nossa missão é informar para transformar.

(62) 98182-3830

(62) 99671-6111

 

Goiânia-GO

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

© 2015 Palestrante Julio Cesar - Todos os direitos reservados