Blog

  • Julio Cesar França Franco

O PRÍNCIPE QUE VIRA SAPO

"A origem da expressão popular “engolir sapos” deu-se por um dos fatos escritos na Bíblia: As pragas do Egito. Uma das pragas constituía da invasão de milhares de rãs, por todo o território egípcio. Durante a preparação e ingestão de alimentos, lá estavam os anfíbios. Os animais não apenas invadiam os ambientes – cozinhas, quartos, banheiros -, como também os pratos dos habitantes do reino. Daí a expressão: “Engolir sapos”, ou seja, suportar situações desagradáveis sem qualquer manifestação." “Ninguém dorme Bin Laden e acorda Francisco de Assis”. A fábula conta que a moça beijou o sapo e ele se transformou em um belo príncipe! O problema é que na vida real, acontece o contrário, ela beija o príncipe e ele depois de um tempo, se transforma em sapo, e a relação torna-se a arte de engolir sapos! Sapo nenhum vira príncipe do dia para noite, se você quiser investir em uma relação saiba que o tempo da metamorfose é lento, a natureza não dá saltos dá passos. Um dia tem 24 horas, cada hora tem 60 minutos, os minutos têm 60 segundo a viagem mais longa é empreendida metro a metro. A maior transformação que existe na natureza é a borboleta, mas se você acelerar o processo do casulo nunca assistiremos seu vôo. Quem de nós que não se decepcionou ou que não decepcionou alguém? A terra é feita de gente imperfeita e todos nós mais dia menos dia deixamos nossos defeitos surgirem. A grande maioria tem baixa tolerância a frustrações, certa vez li uma frase que dizia assim: “Criamos grandes sonhos em torno de grandes pessoas o tempo passa e nós descobrimos que só eram grandes os sonhos” Entre decepções, alegrias, conquistas e perdas, vamos construindo nossas histórias e tenhamos a certeza de uma coisa: Crescer dói muito, para avançarmos rumo ao nosso progresso moral e intelectual estagiamos na vida uns dos outros, não sabemos se este estágio será longo ou curto, mas ele tem que ser no mínimo interessante. Cuidado pra você não radicalizar como o autor destes versos: “Eu não quero mais amar, quem não sabe querer bem; Amar quem não merece é dar valor pra quem não tem. Eu dou prata e quero ouro, agora vai ser assim; Eu só vou dar uma flor pra quem me der um jardim. Só vou dar uma estrela pra quem der o céu pra mim; “Só vou dar amor sincero se eu ganhar amor sem fim.

Julio Cesar França Franco

0 visualização

A nossa missão é informar para transformar.

(62) 98182-3830

(62) 99671-6111

 

Goiânia-GO

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

© 2015 Palestrante Julio Cesar - Todos os direitos reservados