Blog

  • Julio Cesar França Franco

O HOMEM DA VACA

Existe um tipo de pessoa que gosta de reclamar, que nunca está satisfeita com nada. Reclama de tudo: do salário, do governo, dos filhos, da esposa, do marido, da saúde, do patrão, da vida, do clima, de tudo. E o pior é que quando você vai ver, essas pessoas até que não vivem mal. Muitas delas têm uma boa família, saúde e frequentemente têm um emprego onde trabalham pouco e ganham acima da média. É para essas pessoas que eu quero contar uma história.

Era um homem muito pobre, pobre mesmo, que morava numa casa muito pequena com a mulher e um monte de filhos. A casa só tinha um cômodo e viviam todos amontoados ali. Então chegou a sogra para passar uns tempos com eles e o homem começou a reclamar:

"- Ai, meu Deus do céu, agora a minha vida virou um inferno! Essa minha sogra fala da manhã à noite! Essa mulher não se cala, se mete em tudo! Eu não tenho mais minuto de sossego! Droga de vida!"

Desesperado, foi consultar o sacerdote da aldeia e o sacerdote disse:

"- Meu filho, você vai pegar esta vaca e vai levar para dentro de sua casa. Ela vai ficar lá, com você e sua família, durante um mês."

O homem não entendeu nada, mas tinha que fazer o que o sacerdote tinha mandado. Levou a vaca para dentro de casa, e o animal passou a conviver com o resto da família.

Que transtorno! A casa virou um pandemônio! Imagine: aquela vaca junto com o homem, a mulher, os meninos, naquela casa pequena, e mais a sogra. E tinham que alimentar a vaca que, bem alimentada, sujava tudo! Antes de completar um mês o homem já estava louco com a confusão e foi falar de novo com o sacerdote.

"- Está certo, meu filho" - disse o sacerdote. - "Pode tirar a vaca de dentro de casa."

Uns três dias depois, o sacerdote passou por lá e perguntou:

"- E então, meu filho? Como vai a vida?"

E o homem muito satisfeito disse:

"- Ah, agora está tudo bem! Depois que aquela vaca foi embora tudo está nos eixos novamente! A casa está limpa, arrumada, as crianças estão calmas..."

"- E sua sogra?" - perguntou o sacerdote.

"- Ah, ela é uma mulher muito boa, e me ajudou muito esses dias." - respondeu o homem. - "Coitada, sofreu tanto com aquela maldita daquela vaca aqui dentro de casa! Era ela limpando e a vaca sujando. Mas agora está tudo bem, graças a Deus!"

E o sacerdote disse:

"- Graças a Deus...e à vaca! "

Pois é. Será que a gente precisa botar uma vaca dentro de casa para poder descobrir como a vida é boa, como a vida é maravilhosa? Ou será que não é mais fácil parar de reclamar, e começar a curtir a vida antes que apareça alguma vaca para nos tirar o sossego e a tranqüilidade?


0 visualização

A nossa missão é informar para transformar.

(62) 98182-3830

(62) 99671-6111

 

Goiânia-GO

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

© 2015 Palestrante Julio Cesar - Todos os direitos reservados