Blog

  • Julio Cesar França Franco

EMPURROU SUA ESPOSA PARA SE SALVAR EM UM NAUFRÁGIO. MAS O QUE REALMENTE ACONTECEU É SURPREENDENTE!


Um casal sobreviveu ao naufrágio de um navio mas teve que tomar uma decisão. Com apenas um assento, no bote salva-vidas, quem deveria ser salvo? Uma professora estava contando uma história sobre um navio cruzeiro que tinha começado a afundar. Todos os passageiros tiveram que evacuar do navio. Um casal foi em direção ao último bote salva-vidas e descobriu que havia apenas espaço suficiente para uma pessoa. Naquele momento, o homem empurrou sua esposa e pulou no barco. A mulher gritou alguma coisa para o marido e aceitou seu destino no navio que afundada. A professora parou e perguntou: - O que vocês acham que a esposa gritou? - Te odeio! Eu estava cega – gritaram os estudantes entusiasmados. Então a professora virou-se para um menino silencioso e perguntou-lhe e o menino disse: - Professora, eu acho que a esposa gritou “cuide do nosso filho”. A professora surpresa pergunta: - Você já ouviu essa história antes? - Não mas foi o que minha mãe disse ao meu pai momentos antes da doença tirar sua vida. A professora ficou perplexa: - Sua resposta está correta. O navio afundou, o homem foi para casa e criou sua filha. E quando o homem morreu, sua filha encontrou seu diário. Ela descobriu que sua mãe já tinha sido diagnosticada com uma doença terminal antes de embarcar no cruzeiro. No momento crítico, esta mulher valente se sacrificou ao se deixar afundar no oceano congelante; mas antes dela ser engolida pelas profundezas tinha dito uma última coisa para o marido: - Viva, viva pelo bem da nossa filha. O marido escreveu em seu diário: - Como desejei ter segurado tuas mãos e afundado no oceano com você! A história terminou e toda a turma ficou em silêncio.

Nunca se concentre apenas na superfície e julgue os outros sem entender. Aqueles que gostam de pagar contas não o fazem porque estão cheio de dinheiro mas porque valorizam a amizade além do dinheiro. Aqueles que tomam a iniciativa no trabalho não o fazem porque são estúpidos mas porque entendem o conceito de responsabilidade. Aqueles que frequentemente te escrevem mensagens de texto não o fazem porque não tem nada melhor para fazer mas porque você está no coração deles.

461 visualizações

A nossa missão é informar para transformar.

(62) 98182-3830

(62) 99671-6111

 

Goiânia-GO

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

© 2015 Palestrante Julio Cesar - Todos os direitos reservados