top of page

Blog

  • Foto do escritorJulio Cesar França Franco

DO MONGE RUSSO

Um texto anônimo do século XVIII nos fala de um monge russo que procurava um guia espiritual. Um dia lhe disseram que – em certa aldeia – existia um ermitão, que se dedicava dia e noite à salvação de sua alma. Ouvindo isso, o monge foi procurar o santo homem.

“Quero que me guie nos caminhos da alma”, disse o monge.

“A alma tem seu caminho próprio, e o anjo a guia”, respondeu o ermitão. ” Reze sem cessar”.

“Não sei rezar desta maneira. Quero que me ensine”.

“Se você não sabe rezar incessantemente, então reze pedindo a Deus que lhe ensine a rezar incessantemente”.

“O senhor não está me ensinando nada”, respondeu o monge.

“Não há nada que ensinar, porque não se pode transmitir Fé como se transmite os conhecimentos de matemática. Siga seu caminho, aceite o mistério da Fé, e o Universo se revelará”.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page