Blog

  • Julio Cesar França Franco

CRISÁLIDA

Para o meu primeiro texto do mês e após voltar de uma maravilhosa viagem para a selva, separei um tema que muito me inspirou nestas férias, a natureza. Faz tempo que não para um pouco para observar a natureza, meu caro leitor? Além de toda a beleza e manifestação de vida, ela tem muito a nos ensinar e uma das lições mais bonitas é o que chamo de Teoria do Nó, ou também, Teoria da Crise. Para exemplificar melhor vou usar a CRISÁLIDA. Você sabe o que é a crisálida?

É a forma intermediaria entre a lagarta e a borboleta, especificamente quando a lagarta atinge seu desenvolvimento completo. O ciclo de vida de uma borboleta começa como lagarta. E o que é a lagarta? Um bicho rastejante, muito parecido a um bigato, a um verme. A mais popular é a taturana, conhecida por queimar a nossa pele como defesa, mas se aprofundarmos um pouco mais, descobrimos que elas tem características de dar inveja a muito ser humano. Tem um sistema locomotor impressionante e a magnífica habilidade de subir parede! Tem algum leitor aí que em condições normais de pressão e temperatura sobe parede? Digo em condições normais, pois com alguns aditivos tem muita gente que sobre parede de costas…rsrsrs…mas não estou falando disso. Em condições normais só a lagarta sobe parede.

A lagarta tem um sistema digestivo super especial pois ela digere celulose. Se aparecer uma lagarta na sua roseira saiba que ela vai comer a roseira toda. No entanto, nunca ninguém viu uma lagarta com azia ou arrotando depois do almoço…rs. Além disso, ela tem um sistema respiratório cutâneo, ela respira pela pele! Você também nunca vai ver uma lagarta resfriada, espirrando pela rua. Ela apenas exerce sua função na natureza dia a dia enquanto lhe é cabido.

Mas de repente chega o momento de crise da lagarta! Ela começa a perder a filia, o gosto pelos seus valores. Começa a não querer mais comer a roseira, começa a não querer mais subir nas paredes, e aí o que acontece? Ela esta no momento de crise! E sabe o que ela faz? Ela constrói um casulo e bota uma plaquinha lá fora que diz: fechado para balanço, ou seja, não me incomode que eu estou me revendo, revisando meus valores, mergulhando dentro de mim mesma. Após esta fase acontece uma mágica alquímica nesse momento de transformação! Ela abre mão de todo seu patrimônio. Aquelas células especializadas em locomoção, digestão, respiração viram uma papa, uma meleca, uma geleia amorfa, uma pasta marrom. Ela abre mão de tudo, ela simplesmente entrega e quando ela ENTREGA ela se INTEGRA! A natureza em resposta vem esculpe naquela papa a beleza de uma borboleta.

Pensa nisso! Ela se transforma em uma borboleta! Olha que incrível! Enquanto uma era feia, se aparentava como verme, a outra é multicolorida, maravilhosa, parece uma fada voando! Enquanto uma rasteja pelo chão, a outra voa em contato com as forcas celestes. Enquanto uma destruía uma roseira, a outra poliniza as rosas, trabalha em prol da reprodução das flores. Mas o que mais encanta nessa historia é que se você for pedir o RG da borboleta, é o mesmo RG da lagarta! É o mesmo ser, é o mesmo animal, mas que passou pela transformação, que passou pela CRISE. Bendita seja a CRISE porque ela nos faz seres humanos melhores, transmutados e transcendidos. Portanto meu compadre, portanto minha comadre, pare de reclamar. Aproveitem, entreguem-se e surfem nas suas crises.Wilson GonzaGa


30 visualizações

A nossa missão é informar para transformar.

(62) 98182-3830

(62) 99671-6111

 

Goiânia-GO

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

© 2015 Palestrante Julio Cesar - Todos os direitos reservados