top of page

Blog

  • Foto do escritorJulio Cesar França Franco

Cream Cracker- Lição de vida

"Era Semana Santa quando a diretora de RH da empresa foi abordada por um funcionário que perguntou:


Oi, me diz uma coisa: Porque o colaborador da guarita não recebeu vale-transporte?


Em resposta ouve outro questionamento: Porque pergunta?


O funcionário respondeu: Porque hoje ele me pediu para eu pagar a passagem dele.


Achando estranho, a diretora de RH analisa: era um funcionário terceirizado para cobertura de férias, mas tinha todos os benefícios. Foi verificar, encontrando ele no refeitório comendo biscoito



No tom de brincadeira, pergunta: Cadê o feijão?!


Percebe que ele desvia o olhar e fica sem resposta. No que imediatamente, trocando de assunto, pede que antes de encerrar o expediente, ele à procurasse para conversar.


No final do dia, ele foi no RH e questionado sobre o que estava acontecendo. Ele contou:


"Estou há dois anos desempregado, esta é uma vaga temporária, peguei o dinheiro dos benefícios para comprar comida para minha esposa e meus filhos. Estou indo para casa a pé (38 km ida e volta) já tem uma semana.


Não consigo trazer almoço, minha geladeira não funciona e em casa nós não temos fogão, apenas um fogareiro elétrico de uma boca. Colocamos o feijão para cozinhar 8h e só fica pronto 14h. Não consigo trazer "dormido", porque estraga. Estou fazendo o que posso para não ficar com fome, pois a prioridade é minha família."


Sem palavras, a diretora com imediatos ciscos nos olhos e nó na garganta. Só conseguia pensar em como resolver aquela agonia.


O RH garantiu novo almoço e transporte. Todos da empresa se mobilizaram em uma Campanha, arrecadaram o suficiente para ter TV, fogão, geladeira, cama e cestas básicas por 12 meses. Ah! Arranjaram um emprego efetivo!


Lembrando desse dia feliz e com isso peço ao leitor que aprenda :


Não devemos julgar sem conhecer;


O RH pode não ter políticas ou dinheiro, mas tem o poder da escuta;


Um recém contratado precisa de atenção em relação ao histórico de necessidades básicas quando desempregado;


A dor do mundo não pode ser curada de uma vez, mas a dor do próximo pode ser acalentada.


A força está no bando!"

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Paganini

bottom of page