Blog

  • Julio Cesar França Franco

Autocrítica é ou pode ser considerada um defeito?

"Uma das principais funções dos pais durante a formação dos filhos é indicar os pontos que precisam ser melhorados e incentivar o desenvolvimento contínuo das crianças. Porém, quando os erros são mais destacados que os acertos, é possível que os filhos alcancem a vida adulta com seu potencial anulado e excesso de perfeccionismo e autocrítica.

A autocrítica é uma característica muito importante para a evolução profissional e pessoal dos indivíduos, mas quando olhar para os próprios acertos se torna muito difícil, ela pode representar um perigo para a autoestima e gerar insegurança em vários setores da vida. Estar em busca de aprimoramento e aperfeiçoamento é muito natural, mas é preciso tomar cuidado para que a autocrítica não se torne em defeito e o perfeccionismo seja exagerado.

Colocar a atenção apenas nos erros pode indicar que durante a infância o indivíduo foi criado por pais perfeccionistas, recebendo muitas críticas e sentindo falta de reconhecimento. Nesses casos, é importante resignificar

essas experiências dos primeiros anos da vida, controlar o nível de exigência e não se cobrar demais. Isso porque a perfeição é impossível de ser alcançada, e quanto maior a cobrança mais o indivíduo acaba se frustrando.

Dicas para controlar a autocrítica

Sempre que fizer crítica a si mesmo, faça também um elogio. Enxergar e reconhecer seus acertos e habilidades é essencial para uma vida mais saudável;Não se compare. Cada pessoa tem suas habilidades e pontos que precisam ser desenvolvidos;Perdoe-se pelos seus erros;Focar apenas nos pontos negativos faz com que eles fiquem maiores. Avalie e reflita se vale a pena se criticar por problemas menores;Seja tolerante com seus erros, pois é errando que aprendemos e evoluímos. Todas as pessoas possuem falhas, e elas fazem parte da sua jornada;Treine sempre sua autoadmiração ao lembrar de situações que te deixe com orgulho de si mesmo.

78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo